terça-feira, 14 de dezembro de 2010

ROSINHA VOLTOU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Acabou neste momento o julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do recurso de Garotinho contra a decisão do TRE – RJ.

De acordo como previa o bom senso o TRE do Rio não poderia ter feito o que fez.


O TSE decidiu anular o acórdão do TRE – RJ que tornava inelegível Garotinho e que cassava o mandato de Rosinha e de seu vice Dr. Chicão, e determinou que todo o processo retorne ao juízo de 1ª instância, no município de Campos dos Goytacazes. De acordo com a nova decisão, a decisão do TRE – RJ feria gravemente o princípio do duplo grau de jurisdição e outros parágrafos do artigo 515 do Código de Processo Civil.

Dentro das próximas horas a Prefeita Rosinha estará tomando posse do cargo de onde injusta e covardemente foi retirada por forças ocultas.


quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O ÚLTIMO DIA...


O ÚLTIMO DIA ...


Flávio Mussa Tavares



( Dedicado à memória de Maria Clara Rangel Pimenta)


Há sempre um último dia...
E causam muita emoção, em geral, alegria.
O último dia de solteiro.
O último dia de aulas.
O último dia de trabalho no ano, com direito a chuva de papel picado.
O último dia do ano.
O último dia de trabalho na vida, com direito à melancolia da aposentadoria.
O último dia da internação hospitalar.
O último dia do tratamento de quimioterapia.
O último dia de prisão, com direito à esperança de um novo tempo.
O último dia de férias.
O último dia da viagem.
O último dia antes da graduação.
O último dia de estudante.
O último dia da semana.
O último dia do mês.
O último dia da estação.
O último dia no útero.
O último dia. Sempre há um último dia. Em geral, este último dia é previsto e esperado com ansiedade ou esquiva. Só um dia é sempre um mistério. O dia de nossa morte.
Acordamos aquele dia, nos levantamos e realmente não sabemos que é o nosso último dia na Terra dos homens. Ninguém sabe quando será o incrível dia em que a indesejada das gentes nos fará transpor o último dos portais de nossa existência.
Para muitos, o portal é uma transposição dimensional, embora a nossa lógica cerebral nos faça imaginar uma transposição espacial e temporal. Coisa de cérebro. Coisa dos programas do cérebro.
E para alguns outros não há nenhuma transposição e o último dia é definitivo. Mas para todos é o mais importante dos últimos dias de nossa existência iniciada com o nosso nascimento.
Interessante notar a similaridade dos últimos dias do útero e da vida física. Ambos nos conduzem a uma idéia de fim de existência.
Talvez seja por isso que o bebê chore. Com medo da “morte” da vida fetal.
E talvez seja por isso que, por memória cerebral, tenhamos medo do momento da morte. Quiçá o caminho inverso que realizamos em relação ao nascimento.
Mistério!
Há um provérbio inglês que diz: "Life begins in the womb and ends in the tomb". A vida se inicia no útero e finda no túmulo.
Eu prefiro não ver dessa forma.
Todavia, o corolário de toda essa filosofia é a preparação para o grande momento.
Assim como gostamos de aproveitar o último dia de férias, celebrar o último dia de trabalho, ou de solteirice, ou de estudante, férias, viagem, do ano, da prisão, da internação, do tratamento...
Assim também seria interessante estar apto a festejar o último dia na vida física. Quando será? Não poderemos saber.
Mas certamente será bom se pudermos vivenciá-lo com alegria após a transposição de dimensões.
Será bom vivê-la com alegria, após a última viagem.
Será bom vivê-la com alegria após vencer o último grande inimigo, no dizer do apóstolo Paulo.
Quem sabe, a decisão inteligente seja viver a cada dia como se fosse o último dia?

domingo, 17 de outubro de 2010

Marina e a Dissonância Pós-Decisional ( ou lavar as mãos)


Marina é tão pura em sua arte política que preferiu repetir o gesto de Pilatos.
Pilatos fiocu conhecido na história com o gesto de lavar as mãos para limpá-las da culpa por haver ordenado a crucificação de Jesus Cristo. Um artigo da "Science", denomina essa atitude de "Dissonância Pós-Decisional. "


Este estudo foi publicado na edição de maio da “Science” : "Lavar as mãos acalma a consciência após tomada de decisão", diz o estudo .


Isso lança novas luzes sobre o gesto de Pôncio Pilatos, aquele governante romano que entregou Jesus à crucificação e depois lavou as mãos, como quem dizia: ‘Quer saber? Não tenho nada a ver com isso.’


É uma variante da Dissonância Cognitiva, que é o nome científico do nosso desculpismo. Sempre se arruma uma justificativa para se ir contra a consciência e não sentir peso nela.


Além de utilidades mais imediatas (como por exemplo evitar o contágio pelo vírus da nova gripe), dar um bom trato nas mãos com água e sabão ajuda a tocar a vida depois da tomada de decisões.


Além disso alivia o desconforto criado pela manutenção na mente, ao mesmo tempo, de duas ideias opostas. Mais precisamente, da “dissonância pós-decisional”,

a tendência de valorizar as alternativas escolhidas, ainda que forçando a barra, e fazer pouco caso das rejeitadas


Portanto, Marina se preservou assumindo uma atitude pilatesca. Lava as mãos.

Quase que prega o voto nulo, outro expediente fundado por Pôncio Pilatos.


Fica bem evidente o sucesso que essaatitude vem assumindo entre os políticos brasileiros.


Fica bem com todo mundo, não se macula com opiniões arriscadas , mas o caráter...


... fica a desejar!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Um artigo muito instrutivo de minha filha sobre o nosso momento político

Lembrando o Bom Samaritano


Juliana Rocha Tavares*



Quando falamos do samaritano nos dias de hoje, sempre nos lembramos daquele homem bom que interrompeu sua viagem para prover ao pobre judeu ferido e abandonado no meio do caminho de tudo quanto ele necessitava. Mas essa imagem do bom samaritano que temos nos dias de hoje não corresponde à visão dos religiosos judeus na época de Jesus.


A Bíblia relata que povos estrangeiros foram transladados para habitar o território das populações deportadas. Estes estrangeiros teriam criado uma religião nova, que misturava elementos hebraicos e pagãos e encontram-se na origem dos Samaritanos. [1,2]


Por não seguirem a risca os preceitos judaicos, adotando práticas pagãs, os samaritanos sofriam, deste modo, forte preconceito.

Hoje em dia, os samaritanos podem ser simbolizados por algumas minorias (ou maiorias) que sofrem forte preconceito de segmentos religiosos, como os homossexuais, os agnósticos, os que professam religiões diversas às religiões “corretas”, entre outros grupos. Todas essas pessoas são julgadas pelos religiosos comuns (não estamos nos referindo a todos os religiosos) que as condenam para o inferno eterno, quando Jesus nos orientou a nunca julgarmos. [3]

“Não julgueis, para que não sejais julgados, porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu olho?”


Relembrando o texto da parábola [4]:

“Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.”

Durante toda a sua vida, Jesus lutou bravamente contra todas as formas de preconceito: preconceito contra as mulheres, preconceito contra os ladrões, contra as meretrizes, contra os malfeitores. Nesta parábola, Jesus combate nitidamente o preconceito religioso. Os homens que passaram pelo ferido antes do samaritano, o levita e o sacerdote, eram fiéis observadores da lei de Moisés, freqüentavam e cuidavam do templo, mas não tinham amor no coração. Eram os hipócritas da época de Jesus.

Hoje em dia, podemos encontrar muitos hipócritas em todas as religiões. Condenam aqueles que não seguem os seus preceitos (que não correspondem aos verdadeiros preceitos cristãos) e não praticam atos de caridade para com o próximo. Olham para o argueiro no olho do outro e se esquecem das traves que embotam a sua visão.

Nestas últimas eleições, alguns grupos religiosos têm indicado que seus fiéis votem em um fulano e não votem em cicrano, já que “fulano é do Senhor” e “cicrano é de satanás”. Seguindo estas orientações nada orientadas pelo conhecimento evangélico, provavelmente votaríamos no sacerdote e renegaríamos o samaritano, já que este é “impuro”, não é “de Deus”.

Essa não é a opinião geral dos cristãos. Sugiro a leitura de um artigo do pastor Eduardo Santana [5] e de uma carta aberta da CNBB [6].

Respeitando o livre-arbítrio de todos os eleitores, faço um apelo aos cristãos para que não aceitem posições unilaterais de alguns religiosos prepotentes. Os eleitores devem tentar ver além dos preconceitos religiosos, condenados por Jesus. Devemos observar a parcela de bem realizada por nossos candidatos e também por seu grupo político, já que nenhum candidato governa sozinho.
Se nós, como cristãos, tivermos que escolher alguns parâmetros na hora de votar, sejam os parâmetros de Jesus [7]:

“Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então, os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E, quando te vimos estrangeiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E, quando te vimos enfermo ou na prisão e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e estando enfermo e na prisão, não me visitastes. Então, eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão e não te servimos? Então, lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.”


*Doutoranda em Física na UENF, Professora do IFF Campos.

Referências Bibliográficas:

1. POLIAKOV, Léon; FIRMIN, Gilles - Les Samaritains. Éditions du Seuil, 1991. ISBN 2-02-012156-5
2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Samaritanos#Perspectiva_judaica_ortodoxa. Acesso em 11/10/2010.
3. Mt 7: 1-5
4. Lc 10: 30-37
5. http://meduardosantana.wordpress.com/2010/10/06/eleicoes-2010-artigo-de-um-pastor-presbiteriano-sobre-os-boatos/. Acesso em 11/10/2010
6. http://www.cbjp.org.br/index.php/nota-da-comissao-brasileira-justica-e-paz. Acesso em 11/10/2010
7. Mt 25: 34-45

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Hipocrisia do uso da propaganda anti-aborto na política

HIPOCRISIA

Será que alguns pastores,
Padres e bispos são decentes?
Pregam em nome da moral,
Perjuram sob o pecado carnal,
Mas estupram nossos inocentes.

Hoje, os santos são contra o aborto,
Deveras não existisse dúbia verdade,
Pois quem pratica a vil pedofilia
Esconde por traz uma biografia
De pecado, nojo e imoralidade.

Abominam ao sopé do sacro púlpito
Com pregações os atos de horror,
Reza e oram fácil – e em tom esnobe,
Porém lapidam o dinheiro do pobre
Dizendo que é para o Senhor.

Juram fácil! E encontram no outrem
Sempre a marca d’algum defeito,
Escondem sob o terno e a batina
Que são míseras aves de rapina
Tirando da miséria sempre proveito.

Dizem que pregam a verdade,
Mas escondem seu real roteiro,
Tiram sempre da sagrada escritura
Frases pra justificar a fértil usura
E encher suas cestas de dinheiro.

Esquecem estes torpes farsantes
Que a palavra de Deus não mente
Com o ferro que ferre, será ferido
Em breve alfim todos submetidos
E julgados ao pé do Onipotente.

Cairão as máscaras que escondem
O verídico escopo de tal intento
Ao dizer que é favor da vida
Mas violentam a infância, perdida
Nos porões das igrejas e conventos.

T. Barreto

domingo, 3 de outubro de 2010

QUE CHATO...!

Ninguém merece!

Segundo Turno com o inexpressivo, soporífero e estupefaciente Serra...e por causa da Marina...uma senadora eleita pelo PT e ministra do Governo Lula.

Espero que a Marina não apóie a Dilma!

Hã ?!?!?!?!

Por que?

Por que aí ela assume que amancebou-se e se aboletou na Direita.

(Desde os meus tempos de estudante da UFRJ, quando fiz formação no velho PCB, que aprendi que a esquerdinha era mais à Direita. )

Espero mesmo que a Marina até mesmo declare apoio a Serra. Aí se desmascara. E o Plínio também, com aquela conversa fiada de que "é contra o regime." Papo furado! Ele voltou é para a Direita, com papinho de Esquerda da praia de Ipanema, das calçadas da Farme de Amoedo.

Mas o que eu tenho certeza é que mesmo que a Marina declare apoio a Serra, ela não obterá a transferência de 100% de seus eleitores.


Conseguirá na melhor das hipóteses, transferir 2/3 deles. Um terço vota na Dilma e nunca mais retorna à Marina.

Na verdade, ela vai é perder cerca de 6 milhões de eleitores para 2014.

Mas a Direita é burra mesmo!

Que chato! Segundo Turno! Ninguém merece...

.
.
.

sábado, 25 de setembro de 2010

Dilma é a presidente do Brasil

Eu entendo que a mídia burguesa, apesar, de lutar com todas as forças para desqualificar a candidatura de Dilma, não tem mais saída. Ela já é a nossa presidenta!

sábado, 21 de agosto de 2010

Eu não aguentei...e escrevi...

Eu disse que não entraria em embates políticos esse ano...
...mas não estou aguentando....

Rosinha foi cassada! Se é justo ou não , não consigo ver dolo na entrevista que ela deu ao "Diário" e nem entendo que isso possa ter influenciado um resultado meses após uma campanha em que ela enfrentava o situacionista, que tinha a máquina da prefeitura com os seus milhões à época.

E Campos vinha de uma história recente de outra perda de mandato que não fora por entrevista...foi pela chegada de helicópteros da Polícia Federal que levaram presos quase todo o gabinete do prefeito de então. Por Roubo! Corrupção da alta! Cifras astronômicas! E o carinha conseguiu retornar e na maciota terminou o mandato como se nada houvesse acontecido!

E Rosinha ter o recurso negado, cassada...por uma entevista?????????

É isso ou estou sonhando?

Bilhões pelo ralo e nada a pagar!

Uma entrevista e cartão vermelho! Impreterivelmente!

Desculpem-me por não haver segurado a promessa, mas essa foi demais para mim...

Eu não aguentei... E escrevi....

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Uma Convidade Especial: Patrícia Bueno

SOBRE ANJOS E ROSAS
Patrícia Bueno

A rosa vermelha foi a primeira visão que tive ao abrir os olhos naquela manhã de inverno. Sobre a estante de madeira, e com seus contornos divinos, ela parecia ilustrar a oração que sempre faço ao acordar. Que nossos dias guardem o perfume da tarde-noite em que a referida rosa chegou às minhas mãos: momentos de homenagem a Chico Xavier.A rosa trouxe recordações do evento. No teatro, de luzes apagadas, somente o clarão no fundo do palco, onde eram projetadas imagens de crianças dando seus depoimentos singelos sobre o maior médium que este país já conheceu. Com seus rostinhos inocentes, ora tímidos, ora espontâneos, os pequenos demonstravam, em frases curtas, todo o respeito e amor pelo missionário mineiro.

Música, teatro, poesia, coreografias... as artes uniram-se como pétalas para formar uma flor chamada gratidão. Gratidão pelos ensinamentos de Chico, por seu exemplo de humildade e devoção ao Criador.
Na Escola Jesus Cristo, fundada em Campos há 75 anos, Chico é figura respeitada, amada mesmo, tanto pelos adultos, como pelas crianças. E todo esse amor exalou como perfume de rosas naquele domingo, seja no coro de crianças e suas doces canções com letras de paz e fraternidade, seja nos belos solos que ecoavam no Teatro Casimiro Cunha, arrancando aplausos.Absorvi toda a energia positiva daqueles momentos. Sensação de pés descalços na areia, paz de sinfonia de passarinhos em mansa alvorada. Chico tem esse poder. O poder de transformar em jardins os desertos de nossas almas, de exaltar a beleza das coisas mais simples, tão ao nosso alcance e, ao mesmo tempo, tão solenemente ignoradas.
Naquele dia, no teatro, ficaram lá fora todos os sentimentos menos nobres, aqueles que ainda fazem do mundo um lugar tão cheio de desencantos. Na manhã de segunda-feira, depois da prece de rotina, contemplei novamente a rosa que ganhei de uma jovem ao final da apresentação: linda, vermelha, aveludada. Entristeceu-me saber que em poucos dias ela não teria o mesmo viço.
Ora, Chico não está mais (fisicamente) entre nós, mas as lembranças daquele homem vestido de luz trazem o frescor de pétalas ainda molhadas de orvalho. Com seu exemplo, saberemos lidar melhor com os espinhos. --
Patrícia Bueno é Jornalista

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Exame Psíquico para jogadores de futebol


Submeter-se à um exame psíquico antes de se profissionalizar no futebol deveria ser uma prática adotada por todos os clubes do Brasil.

Os jovens que tornam-se jogadores profissionais de futebol iniciam sua carreira muito jovens. Muitos têm histórias familiares tristes, de abandono, de violência doméstica. Trazem uma carga genética e social muito pesada. Tudo isso, somado ao fato de ascenderem social e economicamente de forma muito rápida, são um caldo para formação de caracteres psicológicos de alta periculosidade.

Personalidade é genótipo, isto é, determinado por gens. Caráter é fenótipo,isto é, modificado pelo meio ambiente.

Podemos estar formando em nossos grande clubes pessoas com transtorntornos de personalidade, entre eles o de personalidade anti-social, que é conhecido popularmente como psicopatas. Seria este, o caso do goleiro Bruno. Geneticamente tem todas as prerrogativas para um transtorno de personalidade. Socialmente teve todos os ingredientes para deterioração de seu caráter.

Como um clube de importância internacional, a maior torcida brasileira e o maior campeão do país podem se alienar a estes problemas?

Como não prevenir de ter entre seus atletas podem tornar-se pessoas de alta periculosidade?


Por que não instituir exames técnicos com psicólogos e psiquiatras não apenas para prevenir a avalanche de notícias sobre jogadores de futebol nas páginas policiais, mas também para ajudar com terapia psicológica e até mesmo medicamentosa esses jovens arrojados por um mercado insano de um mundo insano, envolvido num modelo econõmico insano, a não destruir
os seus destinos
e o de outras pessoas?

sábado, 3 de julho de 2010

A prepotência e as três cartas na manga


Não entendo de futebol.

Mas sei entender muito bem que o Brasil, ou melhor, a seleção brasileira foi vencida por si mesma e pela prepotência de seu técnico.

Quem é Dunga?

O que foi a "era Dunga"?

Alguma coisa de extraordinário?

Não creio.

O Brasil poderia ter ido para a África com três cartas na manga: Ronaldo (fenômeno), Ronaldinho Gaúcho e Adriano. Gostaria muito de ter assistido a Holanda jogar com o Brasil com os três em campo.

Mas a prepotência venceu as três cartas na manga.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Proposta para 2010

Em função dos grandes embates políticos que surgirão no ano corrente, em vista da acirrada disputa na corrida presidencial, este blog, que continua apoiando a DILMA ROUSSEFF, optará por abster-se de comentários partidaristas, focalizando a sua postagem no objetivo dele mesmo, que é buscar o futuro de um paraíso na Terra.

sábado, 22 de maio de 2010

Dilma está com a eleição na mão

As pesquiisas não param de apontar o crescimento de Dilma .
Mesmo diante de ataques caluniosos da imprensa marrom, vindos da direita , sempre reacionária, e até mesmo de uma esquerda vitima do esquerdismo.





Eu até quero que continuem os ataques a Lula e à Dilma, vindos da extrema direita ou da extrema esquerda.
Parece que quanto mais batem, melhor...







quinta-feira, 6 de maio de 2010

Quem é malandro?


Sempre gostei daquelas provas de Literatura em que nos era dado um texto para interpretação.
Gostaria muito de ter comentado o texto de Chico Buarque sobre o Malandro:
"Eu fui fazer um samba em homenagem

A nata da malandragem

Que eu conheço de outros carnavais.

Eu fui à Lapa e perdi a viagem,

Que aquela tal malandragem,

Não existe mais.

Agora já não existe mais.

Agora já não é normal

O que dá de malandro regular, profissional.

Malandro com aparato de malandro ofiecial.

Malandro candidato a malandro federal!

Malandro com retrato na coluna social.

Malandro com contrato, com gravata e capital,

Que nunca se dá mal...

Mas... o malandro prá valer

(Não espalha!)

Aposentou a navalha,

Tem mulher e filhos e tal e tal.

Dizem as más linguas que ele até trabalha,

Mora lá longe e choacalha

Num trem da Central"

Em primeiro lugar, um sambista como Chico Buarque , diz que quer homenagear aqueles antigos malandros da Lapa e eu me lebrei logo de Moreira da Silva, como um típico malandro na acepção do termo empregada pelo autor.

Diz que perdeu a viagem pois não há mais clones novos de Moreira da Silva na Lapa.

E começa a ver aonde estão os malandros da atualidade.

Tudo profissionalizado. Aparelhados para agir na legalidade. O que era feito de uma forma ilegal, mas quase na ingenuidade, hoje é infinitamente mais malicioso e pernicioso, porém legal.

Os candidatos a cargos eletivos são os grandes malandrões da sociedade. Vagabundos corruptos, eleitos para cargos públicos patrocinados por empresários corruptores que sangram o dinheiro público com a cara encerada.

E esses malandros estampam os locais reservados à Calúnia Social nos jornais da burguesia que fede.

Eles recebem os contratos privilegiados pelos políticos safados que eles elegeram com o dinheiro público desviado. E esbanjam o seu capital nas orgias do capitalismo selvagem.

E nunca se dão mal. Isso é uma constatação. Os grandes malandrões da nossa pátria nunca foram pegos. E se dão bem no fim.
Isso faz-me recordar uma cena do seriado ANOS REBELDES , estrelado por Cassio Gabus Mendes e Malu Mader. Numa cena quando o personagem de Cássio, que é o alter ego do Alfredo Sirkis, retorna do exílio em 1979, na Anisitia, pergunta Malu sobre os seus colegas dos tempos do Colégio Pedro II. Para resumir as respostas, Malu responde: " Os safados, todos se deram bem..."

Essa é a nossa realidade, malandro é aquele que conhece os caminhos do esgoto social, e como um bom rato, embrenha-se pelos porões da ilegalidade e no final, fica sempre bem na mídia, bem na fita, bem para a massa ignara.

domingo, 25 de abril de 2010

NÃO É NADA IMPOSSÍVEL QUE A DILMA LEVE NO 1o. TURNO

Não é impossível que a Dilma ganhe no 1º turno, diz diretor do Vox Populi
Jair Stangler, do estadão.com.br
SÃO PAULO - O crescimento nas pesquisas eleitorais da pré-candidata do PT à Presidência, ministra Dilma Rousseff, ante a estagnação de seu provável adversário, o governador de São Paulo José Serra (PSDB) tem impressionado os diretores dos quatro principais institutos de pesquisa do País. Márcia Cavallari, do Ibope, João Francisco Meira, do Vox Populi, Mauro Paulino, do Datafolha e Ricardo Guedes, do Sensus, estiveram reunidos em São Paulo na tarde desta segunda-feira, 22, para debater o cenário eleitoral, em evento da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisas. O professor Marcus Figueiredo, do Iuperj também esteve no debate, mediado pela jornalista Cristiana Lôbo.

BLOG DO TOLEDO: Diretores de institutos de pesquisa veem Dilma favorita

Meira deu o palpite mais ousado da tarde: "não é impossível imaginar que a Dilma ganhe a eleição já no primeiro turno", afirmou. Segundo ele, quando há candidatos carismáticos, a disputa se concentra mais entre as personalidades desses candidatos. Mas, para ele, nem Dilma nem Serra são carismáticos. ‘Carisma não é o nome dessa eleição’, afirmou.

Ele listou alguns fatores que, na sua avaliação, devem decidir a disputa eleitoral. O primeiro seria a economia: se estiver ruim, a tendência é de mudança - mas a economia é o principal trunfo do governo Lula. Em segundo, o aspecto ideológico - nesse caso, diz ele, 56% das pessoas se definem como sendo de esquerda e 30% como eleitores do PT.

Além disso, ele lembra o tempo de TV como decisivo - e a construção das alianças deve garantir um tempo maior à candidata governista. Por último ele cita algum acidente, debate ou fato inesperado que possa alterar a opinião dos eleitores.
Sua avaliação é parecida com a de Ricardo Guedes, do Sensus. Segundo ele, "Dilma tem produto para mostrar, a economia. O Serra não tem. Hoje a tendência é muito mais pró-Dilma".
Cautela

Já Márcia Cavallari, do Ibope, e Mauro Paulino, do Datafolha, adotaram um pouco mais de cautela em suas exposições, embora tenham admitido cenário favorável à Dilma. Os dois usaram a mesma expressão para definir o caso: "pesquisa é diagnóstico, não prognóstico".

"O comportamento do eleitor não é matemático. A campanha ainda tem muita coisa para acontecer. O que a gente sabe é que o eleitor se sente muito confortável de ter votado no Lula e agora fazer essa avaliação de que acertou. Ele pensa: 'Acertei, e o País está tendo avanços'. O eleitor considera que os avanços foram muito mais profundos no governo Lula. A comparação com o governo FHC é prejudicial para o Serra", afirmou a diretora do Ibope.

De acordo com Márcia, um terço está com Serra, um terço está com Dilma e um terço que vai decidir a eleição. Reservadamente, porém, ela destacou que não só a Dilma está crescendo, como há tendência de queda de Serra, ainda que dentro da margem de erro.

Já Paulino lembrou que na pesquisa Datafolha de dezembro de 2009, 15% dos eleitores não sabiam que a Dilma era a candidata do Lula, mas queriam votar na candidata do Lula. "E o que nós observamos em fevereiro, é que ainda há margem de crescimento para Dilma", afirmou.
Segundo ele, a dúvida é saber se Dilma vai transmitir ao eleitorado que tem a mesma capacidade de administração que o Lula tem."O eleitor vai poder comparar Serra com Dilma, Dilma com Lula".

Paulino ainda defendeu que os institutos divulguem sempre sua base de dados, sua metodologia. "A pesquisa não faz prognóstico, mostra o que acontece naquele dia. Na pesquisa de véspera, [Paulo] Maluf ainda estava na frente da [Luíza] Erundina [na eleição para a prefeitura de São Paulo, em 1988, vencida por Erundina]. Deixar de iludir quem consome pesquisa: a gente faz diagnóstico", afirmou.

Já o professor Marcus Figueiredo, do Instituto Universitário do Rio de Janeiro (Iuperj), também presente ao debate, previu um repeteco de 2002, caso o deputado federal Ciro Gomes (PSB) continue na disputa, com o cearense brigando com Serra. Para Figueiredo, "Serra e Dilma são igualmente antipáticos e igualmente feios. Ideologicamente estão muito próximos. O projeto deverá ser exatamente o mesmo".

Erros em pesquisa

Meira foi questionado também pelo fato de o Vox Populi ter apontado, em 2006, vitória de Paulo Souto (então PFL) no primeiro turno, contra o petista Jaques Wagner, que acabou vencendo as eleições em segundo turno. "Às vezes você erra. Só que você nunca ouve um médico dizendo qual a margem de erro de uma operação de apendicite. O pessoal respondia que queria Paulo Souto, mas já estava pensando em mudar de ideia. Mas eu não estava perguntando para ele se ele queria mudar de ideia", justificou.
.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Briguinha de Institutos de Pesquisa...agora é Dilma na frente

Dilma abre 9 pontos sobre Serra, na PBA nova pesquisa Correio/Consult para presidente da República na Paraíba aponta queda do ex-governador José Serra (PSDB) e crescimento das intenções de voto em favor da ex-ministra Dilma Rousseff. Em relação aos outros dois pré-candidatos, o levantamento eleitoral detectou ligeira queda do deputado Ciro Gomes (PSB) e rápida ascensão da senadora Marina da Silva (PV).A petista Dilma Rousseff aparece com 42,81% da preferência do eleitoral paraibano na pesquisa atual. Subiu 7,56 pontos percentuais, já que na primeira pesquisa feita pela Consult no Estado, publicada no início de março, ela tinha apenas 35,25%.O candidato tucano José Serra tem 33,92% na mais recente pesquisa. Houve uma queda de 2,53 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, na qual ele aparecia com 36,45% na preferência do eleitorado paraibano.Já o socialista Ciro Gomes encolheu 1,36 ponto percentual na consulta eleitoral para presidente na Paraíba. Na primeira pesquisa, Ciro aparecia com 7,45% e agora está com 6,09%.Inversamente, a senadora Marina da Silva, pré-candidata pelo PV, subiu 1,35 ponto percentual nessa nova pesquisa. Está agora com 4,90% de intenções de voto na Paraíba. Na pesquisa anterior ela aparecia com 3,55%.Correio

domingo, 11 de abril de 2010

Jovem campista encontrado na Bahia em hospital

Pela Graça de Deus, o jovem Wando Filho encontra-se com vida em hospital no interiro do estado da Bahia.
Em breve retornará aos seus e o mistério de seu desaparecimento temporário se esclarecerá.
Por enquanto, agradecemos as orações e o apoio de tantos quantos preocuparam-se e movimentaram-se neste período de incertezas.

sábado, 3 de abril de 2010

Jovem campista desaparecido em Quissamã


O professor campista Vando Alves de Oliveira Filho, 25 anos, não é encontrado desde manhã de quinta-feira (1º/04), no município de Quissamã.


O que mais aflige a família e dificulta o trabalho policial no resgate da vítima é a falta de comunicação. De acordo com o pai do jovem, Vando Alves de Oliveira, não há contato com o mesmo por celular ou de possíveis seqüestradores.


As Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal da região continuam trabalhando integradas na tentativa de resgatar o jovem.


Ele estava trabalhando numa Farmácia de Quisãmã, que pertence a sua tia. No dia 01 de abril ela encontrou a farmácia revirada, com sinais de assalto e o sumiço de seu sobrinho, indicando a possibiulidade de esquestro.


A farmácia fica localizada na Avenida Francisco de Assis Carneiro da Silva, no Bairro Caxias. Apesar de pacata, Quissamã já registra crimes perigosos, como este seqüestro, comum nos grandes centros urbanos.


É possível que os assaltantes tenham fugido nocarro da vítima, o Fiat Uno, cor preta, placa MQG 3084 (ES).


Policiais militares de Campos realizaram cercos na cidade, principalmente na praia do Farol de São Thomé, por onde os sequestradores teriam estado, vindos de Quissamã pelo Litoral.


A Polícia Rodoviária Federal de Campos e de Casimiro de Abreu também realizaram operações na Rodovia BR-101 (Campos/Rio de Janeiro) a fim de terminar com o seqüestro.


Policiais da 130ª Delegacia Legal de Quissamã aguardam contatos para tentar negociar com os prováveis seqüestradores e a Divisão Anti-Sequestro (DAS) do Rio de Janeiro já foi acionada para orientar e intermediar a negociação com os seqüestradores, caso seja feito algum contato.


Até agora, a Polícia não tem sinal da vítima, do carro ou dos seqüestradores para pôr fim à ação criminosa.
Conheço o Wando Filho desde criança, pois foi cliente de meu consultório.
Ele formou-se junto com o meu filho Pedro no Anglo Campos. Fez curso superior de Matemática.
Lecionou no Anglo Campos Santos Dumont, sendo sempre muito querido entre os colegas, funcionários e alunos.
Estamos em oração para reencontrar o Wando Filho em perfeito estado de saúde.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Paixão é tempo de refexão


Paixão é um sofrimento profundo, sacrificial e voluntário.

Não é vazio, não é masoquismo.

Paixão e renùncia, perdão e abnegação.

É época de reflexão!

Todos podemos e devemos fazer um inventário da própria vida.

Ir ao fundo do profundo poço de nossas almas e buscar o que está escondido. As moedinhas estão lá. Não as vemos e parece que nem as temos.

Mas elas estão lá.

Refletir, eis a questão!

terça-feira, 30 de março de 2010

ESTE BLOG NÃO É ESPÍRITA E MUITO MENOS OFICIAL

Aviso e comunico a quem interessar possa que eu nasci, criei-me e adaptei-me no Espiritismo como religião.



Está de acordo com a minha personalidade, uma religião racional que entende a lei de causa e efeito e que torna o Evangelho de Jesus mais compreensível para mim, mente obtusa, míope espiritualmente e miserável moralmente.


Entretanto, este é o meu espaço de discutir sociedade e política, que é meu direito como cidadão.


Aqui está a minha personalidade, sem medo e sem falsidade.


Apóio a Dilma Rousseff para presidente do Brasil por motivos que vou postar em breve.


Escreverei também, em breve, a respeito do Aborto e das manipulações que se fazem em torno desta questão.


No mais, reafirmo que este blog não é Espírita, embora use a argumentação espírita.

Muito menos é oficial, pois é pessoal.


Uma semana santa de paz para todos!


sábado, 27 de março de 2010

“Chico Xavier” prega filme para todas as religiões


Foi uma grande coletiva a que elenco e equipe do filme “Chico Xavier” fizeram no Theatro de Paulínia, no dia seguinte à pré-estreia do filme na cidade. Pelo menos em número de pessoas. Eram 13 à mesa, incluindo o diretor Daniel Filho, produtores, distribuidores e cinco atores – a grande ausência foi Ângelo Antônio, que vive Chico na juventude. O filme estreia no dia 2 de abril em todo o país.Confira os principais momentos:


LANÇAMENTO – Rodrigo Saturnino, diretor da Columbia, uma das distribuidoras do filme, estimou que o filme terá entre 300 e 400 cópias espalhadas pelo país, mas preferiu não falar em expectativa de público. A estratégia dos distribuidores e de Daniel Filho é despir o filme de seu caráter espírita para atingir o público de todas as religiões.“Não é um filme feito sobre essa bandeira (espírita). Fala sobre valores como amor, paz, doação ao próximo. Quem pode ser contra isso?”, disse Bruno Wainer, da distribuidora Downtown. “Tenho amigos católicos curiosos para ver o filme. É o primeiro longa que tem três Pai Nossos e um Creio em Deus Pai, mais até do que em ‘Maria, a Mãe do Filho de Deus’”, brincou Saturnino.“A mensagem de Chico não é de espiritismo, mas de pensamento. Não são ensinamentos religiosos, são lições de vida”, disse Daniel Filho. Segundo uma decisão do diretor, 10% da renda será revertida para a Casa da Prece, uma instituição de caridade de Uberaba.


RELIGIÃO – Daniel Filho também foi flexível quando lhe pediram para definir sua posição religiosa. “Sou ateu, mas sou um homem de fé. Só não tenho religião. Já rezei em igreja, fui umbandista uma época. Claro, como todo mundo, se acontecer alguma coisa horrível na minha vida, sou capaz de jogar sete flores no mar, vou na floresta amazônica tomar chá. Aí é o desespero”, brincou. Mais tarde, durante a entrevista, disse que recebeu mensagens do além de Chico Xavier e Bezerra de Menezes durante a preparação do filme.


MITOLOGIA – Se desde os anos 30 Hollywood usa informações romanceadas para criar apelo em torno de um filme, com o cinema brasileiro não poderia ser diferente. Segundo a equipe, coincidências místicas marcaram as filmagens. Marcel Souto Maior, autor do livro As Vidas de Chico Xavier, sobre o qual se baseia o filme, contou que, ao visitar o médium pela primeira vez há 15 anos, “lágrimas inexplicáveis” correram de seu rosto sem que percebesse, num choro “sem emoção ou consciência”. Daniel Filho o seguiu, confirmando que chorou sem perceber ao contar à mulher que decidira dirigir o filme.O cão que interpretou o cachorro de Chico no filme se chamava, por coincidência, Chico. Por fim, a data de estreia do filme, 2 de abril, que marca o centenário de nascimento de Chico Xavier, cairá justamente em uma Sexta-Feira Santa – além de ser o aniversário de Souto Maior.


FILMAR O INVISÍVEL – Daniel Filho admitiu a dificuldade de colocar na tela o espírito-guia Emmanuel, vivido pelo ator André Dias. As cenas com o espírito foram muito criticadas pelos jornalistas. “Existem várias imagens do Emmanuel, mas é difícil tornar imagem algo que não se veja, mas em que se acredite. Que roupa ele usava? Que voz tinha? É muito complicado tornar visível o que eu não conheço.”


AMIGO – O diretor afirmou que a grande motivação para dirigir “Chico Xavier” foi a lembrança de seu amigo, o diretor de TV Augusto César Vanucci, responsável por programas da Globo como “Chico City” e “Domingão do Faustão”, morto em 1992. Mineiro, ele era espírita kardecista, amigo pessoal de Chico Xavier e chegou a dirigir um programa religioso na Bandeirantes, apresentado por Luis Antonio Gasparetto.


NELSON XAVIER - O ator, que sempre foi agnóstico (descrente), falou sobre as mudanças que o papel de Chico provocaram em seu pensamento. “Algumas pessoas confundiam meu nome com o dele e eu até me irritava com isso. Mas quando li o livro, fiquei deslumbrado e com vontade de fazer o personagem. O contato com as pessoas que conviveram com ele foi uma cachoeira de emoção. Foi uma revolução na minha vida, a descoberta de que precisamos acreditar no amor”.


BARRADOS NA IGREJA – Durante a pré-produção, um produtor de locação teve negado o pedido para filmar em uma igreja católica de Uberaba. Segundo Daniel, o produtor foi conduzido pelo braço até a porta e convidado a se retirar.


SE EU FOSSE VOCÊ - A comédia com Tony Ramos e Glória Pires dirigida por Daniel Filho lhe rendeu um método de preparação de elenco. Para dar continuidade aos trabalhos de Ângelo Antônio e Nelson Xavier na pele do protagonista, ele fez com que um ensaiasse as cenas do outro. Os ensaios tomaram um mês e meio antes da filmagem.


PRÓXIMOS PROJETOS – Ainda este ano, Daniel deve dirigir a adaptação da novela “Roque Santeiro” para o cinema. Lázaro Ramos está cotado para viver Roque, e Fernanda Torres deverá ser a nova Viúva Porcina.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Santo Daime e surto psicótico


Suspeito de matar cartunista dizia ser Jesus Cristo


Frequentador da Igreja fundada pelo Glauco, Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de 24 anos, queria sequestrar o cartunista Glauco,numa atitude evidentemente causada por um surto maníaco.


Glauco e seu filho, Raoni, foram assassinados na madrugada desta sexta-feira.


Sundfeld queria Glauco confirmasse para seus familiares que ele era "Jesus Cristo".


Pessoalmente, conheço alguns casos de surtos psicóticos causados pelo Ayahuasca, comumente conhecida como "Santo Daime". É uma planta sagrada para os rituais desta "igreja". É nativa da Amazônia e produz estados alucinatórios auditivos e visuais, transe, delírios, estados paranoides e até mesmo surtos psicóticos que podem ser breves ou desencadear uma esquizofrenia.


Como já é quase certo, após estudos de coorte realizados com 70 mil jovens na Suécia, a eclosão de surtos psicóticos pela THC , substância ativa da maconha, cannabis ou marihuana, é bem possível que os seguidores da seita Santo Daime estejam sendo vitimas de eventos agudos psicóticos que podem ou não, dependendo da carga genética e do meio ambiente, evoluir para um caso crônico de Esquizofrenia.




quarta-feira, 10 de março de 2010

Colocaram o bode na sala


Os Royalties foram redivididos igualitariamente para todo o país, segundo votação de hoje na câmara dos deputados.

Falta ainda o senado e o sonhado veto presidencial, que ademais, poderá ser derrubado pela câmara.


Pode ser que isso represente o "bode colocado na sala".


É o que veremos nos próximos capítulos.


Por enquanto eu prefiro viver como o carinha que vivia da pensão da avó...

segunda-feira, 8 de março de 2010

segunda-feira, 1 de março de 2010

A circuncisão na ótica de um bebê judeu


"Sempre que ouço aquela música do Chico, "ó pedaço de mim, ó pedaço arrancado de mim", me bate uma deprê braba.

Lembro da minha infância e acabo voltando no tempo. Estava eu deitado no meu bercinho, ainda com uma semana de vida, quando começou a chegar gente em casa. Era dia de festa. E festa de judeu lembra muito reunião do PSDB: só tem tucano. Cada nareba que não tem mais tamanho. Mamãe convidou só 30 pessoas, mas como era boca livre, veio judeu de tudo quanto foi canto.

Se mamãe cobrasse ingresso, corria o risco de nem o papai aparecer. Não precisa dizer que os presentes não trouxeram presentes. Metade esqueceu em casa e a outra metade disse que não tinha dado tempo de comprar. Coisas da religião. Cada um que chegava, vinha até o meu bercinho. Quando se abaixavam para me ver mais de perto, virava um autêntico ataque do exército israelense. Contabilizei pelo menos umas 30 narigadas na barriga. Em vez de olharem para os próprios umbigos, vinham olhar pro meu. Acho que era por causa da "faixa de gaze".

De repente, se fez o silêncio. Um ser estranho, trajando um terno preto pra lá de surrado, com barba até a cintura, chapéu e cabelo ponhonhóin dos lados adentrou a sala. Parecia o Capitão Caverna na versão judaica. Ele veio na minha direção. Tirou um bisturi reluzente. Ficamos frente a frente. Ele, o lobo mau, e eu, o solidéu vermelho. Para que esse nariz tão grande, perguntei. Por uns segundos, cheguei a pensar que mamãe tinha resolvido fazer uma plástica no meu nariz que, com menos de uma semana de vida, já era avantajado. Mas o negócio era mais embaixo. Bem mais embaixo. Ele tirou a minha fraldinha descartável, que mamãe tinha acabado de colocar, e eu gritei, abri o berreiro: "Tira esse Michael Jackson ortodoxo daqui! Esse comunista judeu quer comer criancinha!!! E no rabino, não vai nada?"

Apesar de tanta tecnologia, Buááááá não vem com legenda. Não sei por que ainda não inventaram uma tecla SAP para bebês. Parti então para a minha última tentativa: um ataque com armas químicas. Soltei duas bombas de efeito moral. PUM! PUM! Mas o bigode do sujeito cobria o nariz como uma máscara antigases. Ataquei com meus jatos poderosos, mas o xixi não conseguiu furar o bloqueio da barba blindada do velho. Não teve jeito. O Jacozinho virou o Jacozinhozinho. Vai entender o que esse povo tem na cabeça, além desse chapeuzinho medonho? Em vez de sacrificarem uma galinha como na velha e boa macumba, eles sacrificam o pinto. Cortaram o meu pausówsky, meu penisberg. Ficou só o "cara". O "lho" foi-se. Uma parte de mim estava agora que nem pinto no lixo, literalmente.

Depois de circuncidado, passei a entender o porquê daquele muro das lamentações. Eu, pelo menos, lamento até hoje. Ó pedaço de mim..."

Sammy Lachmann

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Dilma cresce em intenção de voto e já encosta em Serra


Pesquisa Datafolha publicada na edição de domingo da Folha, mostra que a ministra petista Dilma Rousseff (Casa Civil) cresceu cinco pontos nas pesquisas de intenção de voto de dezembro para janeiro, atingindo 28%.


No mesmo período, a taxa de intenção de voto no governador de São Paulo, José Serra (PSDB), recuou de 37% para 32%.


Com isso, a diferença entre os dois pré-candidatos recuou de 14 pontos para 4 pontos de dezembro para cá.


A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. No entanto, é impreciso dizer que o levantamento indica um empate técnico entre Serra e Dilma.


A pesquisa foi realizada entre os dias 24 e 25 de fevereiro. Foram ouvidas 2.623 pessoas com maiores de 16 anos.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Lula em Cuba


"Já foi lançada uma estrela

Prá quem souber enxergar

Prá quem puder alcançar

E andar abraçado nela..."

Chico Buarque


Fico feliz de ver Lula em companhia de meu herói de juventude, Fidel Castro.
.
Espero realmente que este novo pacto de nações da América Latina, com Cuba e

sem os Estados Unidos e o Canadá, signifiquem um futuro de esperança para
nossos povos sofridos e explorados por tantos séculos.
.

Viva Lula!

.

Viva Fidel!

.

Viva Cuba!

.

Viva o Brasil!

sábado, 20 de fevereiro de 2010

O que significa estar com a Dilma Rousseff


"Jamais pensei que a vida me reservasse tamanho desafio,
mas me sinto preparada para enfrentá-lo!"


Significa estar do lado do progresso sustentável.

Sustentável não do jeito que as superpotências querem, mas do modo como nós merecemos e o nosso povo também.





O atraso corre por con ta de pessoas sistemáticas, duras, inflexíveis e reacionárias, que sonham o retorno ao imobilismo e ao subdesenvolvimento.





O Brasil da ditadura é o Brasil subdesenvolvido e subserviente.





O Brasil pós-ditadura, até FHC é ainda subdesenvolvido, mas menos subserviente ao imperialismo internacional.





O Brasil de Lula é um país caminhando para o desenvolvimento e para a o sua autonomia econômica, social e moral.





O Brasil de Dilma será um país desenvolvido economicamente e respeitado entre as nações. E além disso usará a generosidade para com os povos ainda submetidos à sanha capitalista.





No meu entender, isso é estar com a Dilma!

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Folia para que?


As vezes fico a pensar sobre a necessidade das pessoas de buscar estímulos externos para a sua própria alegria.


Essa alegria que é produzida por estímulos externos é uma euforia tão passageira quanto a produzida por estimulantes químicos ou anfetamínicos. Eles excitam áreas específicas do cérebro, exageram a liberação de dopamina e outros neurotransmissores que se acumulam em excesso na fenda sináptica, isto é, na conexão dos neurônios. Isso gera uma excitação dos sentidos. Essa excitação precede uma depressão reativa que de uma certa forma, "obriga" o ex-eufórico a uma nova dose do elemento excitador da região do prazer. E vira um ciclo vicioso, isto é, uma situação de cachorro correndo atrás da própria cauda.


O dependente químico é muito parecido com o dependente de situações euforizantes. E ainda é interessante recordar que muitas vezes estas situações estão combinadas.


Por isso estou aqui trabalhando no período de folia. Trabalhando e estudando....

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Zilda Arns, um arquétipo de mulher


A pediatra Zilda Arns é o arquétipo da mulher do futuro!

Veja-se alguns de seus trabalhos que sobreviveram à sua própria despedida do mundo físico:



A Pastoral da Criança mobiliza no Brasil um exército de 145 mil voluntários .





-Em 2002 a mortalidade infantil já havia caído 60% em todo país





-Eles estão em 42 mil comunidades de 4.066 municípios brasileiros-





-Mais de 261 mil pessoas acompanham mais de 1,8 milhão de crianças e 95 mil gestantes espalhadas pelo Brasil





- No Brasil, foram realizadas 21.341.982 visitas domiciliares em 2007





-O reconhecimento a dedicação de seus voluntários rendeu à Pastoral da Criança e à sua fundadora, prêmios e distinções de centenas de Organizações e Intituições Nacionais e Internacionais como:





- Rey de España de Derechos Humanos (GOV Espanhol/2005)


- Direitos Humanos e Cultura e Paz (Unesco/2000)


- Prémios Criança e Paz e Maurice Pate (Unicef/1991 e 1993),


- Heroína da Saúde Pública das Américas (OPAS/2002),


- Personalidade Brasileira de Destaque no trabalho em Prol da Saúde da Criança (Unifec/1988); - Prêmio Humanitário (Lions Club Internacional/1997) - Prêmio Internacional em


-Administração Sanitária (OPAS/1994);


- Cidadã honorária de 10 estados e 34 municípios .





Eis aí o resultado de um trabalho que começou com a iniciativa de uma mulher que soube conciliar profissionalismo e amor ao próximo.





Que muitas Zildas Arns renasçam não só no nosso país, mas em todo canto do mundo.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Doe Sangue no Verão...


...apenas por que estamos no verão.
No verão é importante, devido a um maior número de viagens e consequentmente, acidentes de trânsito em estradas. Isso acarreta uma maior demanda de sangue.
Doação de sangue é doação de vida.
Faz bem doar sangue. É gratificante para o corpo e para o espírito.
Mas o intuito deste post é que todos os homens (nós nunca perdemos sangue) doemos sangue em todas as estações so ano, isto é quatro doações anuais.
Para os que entram em pãnico na doação, eu tenho uma estratégia medicamentosa para ajudar.


segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

O Haiti... É aqui...


What the Mainstream Media Will Not Tell You About Haiti: Part of the Suffering of Haiti is "Made in the USA"

(O que a mi­dia corporativa nãoo vai te contar sobre o Haiti: Parte do sofrimento no Haiti é "Feito nos Estados Unidos". )


Se um terremoto pode danificar qualquer país, as ações dos Estados Unidos ampliaram os danos do terremoto no Haiti. Como?


Na última década, os Estados Unidos cortaram ajuda humanitária ao Haiti, bloquearam empréstimos internacionais, forçaram o governo do Haiti a reduzir serviços, arruinaram dezenas de milhares de pequenos agricultores e trocaram apoio ao governo por apoio às ONGs.O resultado?


Pequenos agricultores fugiram do campo e migraram às dezenas de milhares para as cidades, onde construiram abrigos baratos nas colinas. Os fundos internacionais para estradas e educação e saúde foram suspensos pelos Estados Unidos.


O dinheiro que chega ao paí­s não vai para o governo mas para corporações privadas. Assim o governo do Haiti quase não tem poder para dar assistência a seu próprio povo em dias normais -- muito menos quando enfrenta um desastre como esse.


Alguns dados especí­ficos de anos recentes.Em 2004 os Estados Unidos apoiaram um golpe contra o presidente eleito democraticamente, Jean Bertrand Aristide.


Isso manteve a longa tradição de os Estados Unidos decidirem quem governa o paí­s mais pobre do hemisfério. Nenhum governo dura no Haiti sem aprovação dos Estados Unidos.Em 2001, quando os Estados Unidos estavam contra o presidente do Haiti, conseguiram congelar 148 milhões de dólares em empréstimos já aprovados e muitos outros milhões de empréstimos em potencial do Banco Interamericano de Desenvolvimento para o Haiti. Fundos que seriam dedicados a melhorar a educação, a saúde pública e as estradas.


Entre 2001 e 2004, os Estados Unidos insistiram que quaisquer fundos mandados para o Haiti fossem enviados através de ONGs. Fundos que teriam sido mandados para que o governo oferecesse serviços foram redirecionados, reduzindo assim a habilidade do governo de funcionar.Os Estados Unidos tem ajudado a arruinar os pequenos proprietários rurais do Haiti ao despejar arroz americano, pesadamente subsidiado, no mercado local, tornando extremamente difícil a sobrevivência dos agricultores locais.


Isso foi feito para ajudar os produtores americanos.


E os haitianos? Eles não votam nos Estados Unidos.Aqueles que visitam o Haiti confirmam que os maiores automóveis de Porto Prí­ncipe estão cobertos com os sí­mbolos de ONGs. Os maiores escritórios pertencem a grupos privados que fazem o serviço do governo -- saúde, educação, resposta a desastres. Não são guardados pela polí­cia, mas por segurança privada pesadamente militarizada.O governo foi sistematicamente privado de fundos. O setor público encolheu. Os pobres migraram para as cidades.E assim não havia equipes de resgate. Havia poucos serviços públicos de saúde.Quando o desastre aconteceu, o povo do Haiti teve que se defender por conta própria. Podemos vê-los agindo. Podemos vê-los tentando.


Eles são corajosos e generosos e inovadores, mas voluntários não podem substituir o governo. E assim as pessoas sofrem e morrem muito mais.Os resultados estão à vista de todos.

Tragicamente, muito do sofrimento depois do terremoto no Haiti é "Feito nos Estados Unidos".

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Esperança é adquirida


O desespero, o medo, a dúvida e a insegurança são cortejo comum de , digamos, sintomas intrínsecos do gênero humano.


Isso significa que não há quem não os sinta em suas diversas gradações em algum momento de suas vidas. Eles são representados fisicamente através de feixes nervosos, como o simpático, que é conhecido por demais e que provoca toda a série de sintomas coordenados pela liberação de adrenalina, como: taquicardia, respiração descompassada, transpiração fria, agitação psicomotora, pânico, náuseas, vômitos e até diarréia.


Essas reações são naturais.


O que não é natural é a Esperança.


Essa categoria de emoção sobre-humana é cantada em verso e prosa pelas religiões, como virtude de alta nobreza. Foi também exaltada por Paulo de Tarso, em carta aos gregos de Corinto, como uma das três mais excelentes virtudes. Todavia, esse tipo de "emoção" ou sentimento não encontra substrato físico que o explique. É como se fosse impossível discriminar quais as conexões cerebrais envolvidas com o complexo mecanismo que criou um dia o sentimento de Esperança.


Mas está no Inconsciente Coletivo do Ano Novo!


Todos nutrem-se de algo que denominamos Esperança na virada de ano bom. Até mesmo pessoas que sofreram perdas humanas consideradas insuportáveis, como a perda de duas filhas lindas do casal de Macaé, em Angra dos Reis, sente uma pressão provinda de algum "lugar" desconhecido que lhes alimenta de alguma forma, do sentimento de esperança.


O que é isso então?


É provavelmente um sofisticado e intrincado circuito nervoso cerebral que necessita de estímulos externos para que se desenvolva e nos ajude a tomar decisões na vida. Assim, a Esperança é uma forma de superinteligência. É uma superestratégia psíquica que torna aqueles que a possuem de mecanismos de compensação psicoilógica e de mecanismos de defesa muito mais complexos e estruturados que os mecanismos de sobrevivência conhecidos como estresse ou luta e fuga.


A Esperança é considerada pela Religião como um Dom, ou seja, uma oferta graciosa de Deus ao homem.


É possível inferir que a Esperança é um caráter adquirido, embora ainda não se possa definir ou supor de onde que ela provém.


E é por isso que me agrada incentivar e buscar em cada ser, em cada criança, em cada jovem, homns , mulheres, caídos, cansados, doentes, idosos... a todos me agrada buscar o fio que conduz a Esperança.


Que possamos cantar com Francisco de Assis:


"[...] Onde houver desespero que eu leve a Esperança."